segunda-feira, 6 de junho de 2011

Vestidos das daminhas escolhidos!!!

Meninas, o meu acesso à internet na sexta-feira ficou prejudicado e eu não consegui postar nem ler os blogs de vocês... estou atualizando as leituras. Prometo passar em todos os seus cantinhos!

Estou feliz porque minha chefinha me autorizou a trabalhar pela manhã uma ou duas vezes por semana. Isso vai facilitar a minha vida nos preparativos do casamento, pois eu não vou precisar sair naquela correria para chegar ao trabalho às 12 horas. Além disso, minha mãezinha poderá participar mais da minha vida de noiva, visitar os fornecedores comigo, eu poderei estar presente na busca pelo modelito dela, teremos mais tempo para terminar os artesanatos casamentícios... o único problema é que será um dia a menos para ir à academia, já que eu prefiro ir pela manhã. Aliás, gosto de fazer tudo de manhã... mas tudo bem, é sé me organizar e não faltar nos outros dias.

Na sexta-feira foi o meu primeiro dia trabalhando pela manhã. À tarde eu aproveitei para ir fechar os vestidinhos das daminhas no Fernando Peixoto.

Eu já namorava os modelitos desde o ano passado, mas estava achando o preço um pouco salgado... na segunda feira passada (dia em que eu fui provar o vestido que me deixou em dúvida sobre o meu escolhido, como eu falei aqui), aproveitei para dar uma passadinha na loja de damas, que fica ao lado da de noivas. Para minha felicidade, o preço deles tinha abaixado por causa do lançamento da nova coleção no Luxo de Festa. E ainda por cima eu tenho um desconto consiferável por ter alugado o meu vestido lá.

A visitinha contou com a presença das minhas ilustres daminhas, que foram desacompanhadas de suas mamães. Os pais as levaram e ficaram do lado de fora da loja conversando com o meu papito enquanto minha mãe e eu nos encarregamos de cuidar das pequenas. Sinceramente, não esperava que fossem dar tanto trabalho!

Antes de vocês me interpretarem mal, vou explicar: eu gosto muito de crianças, não sou daquelas chatas que não têm paciência, que tratam mal e passam longe. Só que as mocinhas estavam atacadas!!! Na verdade, uma delas estava atacada, e as outras acabavam acompanhando.

Enquanto uma vestia a roupa, as outras gritavam, subiam a escada, puxavam o vestido da primeira, falavam sem parar... quando terminamos de vestir as três, duas começaram a pular e cair de bunda no chão com os vestidos (meu Deus, a atendente deve ter ficado com o coração na boca, com medo de elas rasgarem as roupas). E quem disse que adiantava a gente falar? Elas simplesmente nos ignoravam e continuavam pulando. Depois de toda essa agitação, é claro que um alfinete começou a espetar as costas de uma delas, que começou a chorar... imaginem o drama até a moça achar o alfinete no meio de tanto pano!

Sem contar que uma das espertinhas percebeu que um vestido era de cor diferente dos outros dois e começou a falar que queria aquele. Eu, toda inocente, achando que ela tinha gostado mais dele, e aproveitando que a outra menina não tinha gostado muito, pedi para a moça trocar os vestidinhos. Assim que a criaturinha conseguiu  o seu intento, disparou a falar: O MEU É DIFERENTE, EU VOU FICAR NO MEIO!!! Gente, eu nunca ia imaginar que uma pessoinha de 6 anos era capaz de arquitetar um plano maquiavélico para enganar esta noiva inocente e se destacar dentre as outras!

Logo que notei as intenções da mocinha, tratei de contornar a situação e diferenciar a que desde o começo eu queria destacar (por ser mais meiguinha, lindinha, menorzinha e mais quietinha, o que a essa altura do campeonato merecia um prêmio!).

E a do alfinete, que queria porque queria trocar o modelo do vestido e foi nos cabides, de um por um, perguntando se não poderia usar aquele, e aquele, e aquele!!!??? Eu entendi que na verdade ela estava com medo do alfinete e expliquei que no dia do casamento não ia ter alfinete, que a tia ia ajustar o vestido do tamanho dela e não ia precisar prender... que se ela escolhesse outro, ia ficar diferente das coleguinhas e talz... no fim das contas convenci e tranquilizei a mocinha!

Outra dificuldade foi conseguir colocar dois vestidos brancos e um rosa (achei o branco mais bonito) ao invés de dois rosa e um branco. Na verdade eu queria todos brancos, mas não havia 3 no tamanho delas, só um que estava certinho, um grande que será ajustado e dois bem pequenininhos. A mesma mocinha que queria trocar o modelo por medo do alfinete ficou em dúvida entre as duas cores e eu tive que usar um pouco da minha psicologia noivística para condizí-la à escolha correta (a minha escolha, claro rsrs). Falei que o branco era mais bonito (isso tomando o cuidado necessário para que a mocinha de rosa não me ouvisse), que se eu fosse ela escolheria o branco, que o branco fica igual ao da noiva e outros argumentos que apelam para o imaginário infantil kkkkkkkkkk.

Finalmente conseguimos, tiramos as medidas para fazer os ajustes e subimos para provar os sapatinhos e fazer o pagamento. Enquanto o cadastro era efetuado, as três mosqueteiras tentavam atacar o vidro com balinhas que fica no balcão. Dei uma para cada e prometi que se elas se comportassem ganhariam mais na saída. Mas a coisa começou a demorar (eu entendo que é muito chato pra elas, né?) e a minha mãe as levou para fora e deu um lanchinho... aí os papais já estavam no controle da situação (ufa!).

Em setembro elas voltam para a última prova e para pegar os vestidos, mas nesse dia eu não estarei lá pra ver - as mamães assumem!

São momentos como este que me fazem ter certeza de que eu ainda quero esperar uns aninhos até ter o meu baby... viajar muito, passear muito, dormir muito, namorar muito!!!

E em julho tem mais... será a vez dos pajens.

11 comentários:

Ju disse...

Oi, Juliana,

tudo bem? vim agradecer e retribuir sua visitinha no meu blog! Realmente criança é um bicho levado! heheh eu levei a minha daminha e meu pajem em dias diferentes! e deu tudo certo graças a Deus! Na loja os dois ficaram com vergonha, mas no casamento, eles se acabaram! hehehe

beijinhos, ju

Noiva tatah disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk para mim que estava bem longe foi bem engraçado de ler e imaginar :)

Lippi e Kinha disse...

Haha, pensa pelo lado bom: Pelo menos já passou e deu tudo certo no finaal...
Beijo flor, otima semana!

Carolina disse...

Não precisa pedir pro povo não te interpretar mal, não! Acho que todo mundo entende! xD

Você estava com 3 meninas, né? Imagina um final de semana na casa da minha família, com uns 10 meninos [2 são gêmeos!] de menos de 9 anos? Caos total!

Eu vou ter uma daminha só: a única menina de 3 anos na família no meio desse monte de homenzinhos!

=***

Carlinha Fonseca disse...

Rsrs...que trabalho suas daminhas te deram hein?!? No meu caso vai ser só meu filho mesmo pra me dar trabalho ao experimentar a roupa de pagem.

Na disse...

Ahhh posta alguma fotinha, ou fotinha de algum parecido rsrsrs.... Beijos!

mcoral disse...

ahahah.....meu filho ira se casar em outubro.....faça uma materia sobre as sogras..
modestia parte..sou legal..e nao estou me metendo em nada..mesmo qdo pedem por minha opiniaoo..procuro ser neutra e transparente..afinal o dia sao dos noivos...ou melhor da noiva mesmo..pq os noivos(homens) nao teem muito saco...
parabens minha querida....anos anos de alegrias.....
Marcinha

Carolina disse...

'Brigada! =D

E nem é só o cartão, não! Tem que sair a PLR também, mas acho que só mês que vem... ¬¬

=***

Carolina disse...

Pôôôxa... Chamar de tia é sacanagem!
Mas não dá pra evitar quando a gente já passou dos 30 e o primo mais novo tem um aninho...

=***

Lu Reis disse...

Mto engraçada sua experiência rs.
Bjinhos

Ju Louseiro disse...

Crianças, neh? ahahaha!

Ah, está rolando uma promoção mega fofa lá no Fuxico de Noiva, participe!
Um beijo =)
WWW.fuxicodenoiva.com
HTTP://casamentodossonhos-juefe.blogspot.com